Selos Ambientais

ISO 14000 

A International Organization for Standardization (ISO) foi fundada em 1946 com a finalidade de criar normas internacionais para a indústria, comércio e serviços. Conta com órgãos em 110 países e seu representante brasileiro é a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). O desenvolvimento das normas estabelecido pela ISO é voluntário, pois não há uma forma de forçar os países a adotá-las.

O ISO 14000 compreende uma série de normas únicas que juntas fornecem a diretriz para a implementação de um Sistema de Gerenciamento Ambiental (SGA), fornecendo à administração dos negócios, estrutura para gerenciar os impactos ambientais.

Entre suas normas, que foram desenvolvidas pelo Technical Committee 207, está incluída uma grande variedade de disciplinas ambientais, como sistema de gestão básico, auditoria, avaliação de desempenho, selos, avaliação de ciclo de vida e aspectos ambientais em normas de produto.

Todas as normas do ISO 14000 (com exceção do ISO 14001, que será explicada posteriormente) são de diretriz, ou seja, são documentos descritivos e não requisitos prescritivos. Além disso, as normas podem ser classificadas de acordo com seu foco e são divididas em duas categorias:


1) Avaliação da Organização: Sistema de Gerenciamento Ambiental (SGA), Auditoria Ambiental e Avaliação de Desempenho Ambiental (ADA);

2) Avaliação do Produto: Avaliação do Ciclo de Vida (ACV), Rotulagem Ambiental e Aspectos Ambientais nas Normas dos Produtos (AANP).

É enfatizado que os documentos não podem ser utilizados ou auditados por auditores, sendo de uso exclusivo das empresas para diretriz interna e as empresas não podem se registrar no ISO 14000 e sim no ISO 14001, que é um modelo de Sistema de   Gerenciamento Ambiental.

 

SISTEMA DE GERENCIAMENTO AMBIENTAL (SGA)

Os SGAs fazem parte da estrutura administrativa global da organização analisando o impacto imediato e a longo prazo de seus produtos, serviços e processos no meio ambiente. Além disso, são responsáveis por fornecer ordem e consistência às metodologias organizacionais, através da alocação de recursos, definição de responsabilidades e avaliação contínua de práticas, procedimentos e processos de uma empresa. Ter um SGA é fundamental para que a organização consiga prever e satisfazer expectativas crescentes de bom desempenho ambiental e assegurar conformidade contínua com as exigências nacionais e internacionais. Isso porque, atualmente, há grande aumento de preocupação pública em relação aos impactos da indústria no meio ambiente e exigência para que os negócios assumam responsabilidade por seus efeitos ambientais. Dessa forma, empresas buscam implementar o SGA visando maior eficiência do sistema gerencial interno, redução de perdas e de riscos e cumprimento pró-ativo da legislação. Os SGAs também são implementados para que ocorra a valoração da companhia perante a comunidade, atração de força de trabalho de alta qualidade, desejo de maior lucratividade em mercados consumidores de produtos “verdes” e também para prevenção da poluição e redução de riscos, trazendo portanto, incontáveis benefícios para organizações que optam pela sua implementação

ISO 14001

A ISO 14001 faz parte de uma série de padrões internacionais referentes à gestão ambiental, que se aplicam a organizações de todos os setores e atividades. Baseada no ciclo PDCA (Planejar-Fazer-Controlar-Atuar), a ISO 14001 especifica os pontos mais importantes para identificar, controlar e monitorar aspectos ambientais e mostra como gerenciar e aprimorar o sistema como um todo

É aplicável a todas as indústrias, independente do tamanho da organização, condições geográficas, culturais e sociais, setores de serviço e manufatura. Para a obtenção do certificado ISO 14001, as empresas são julgadas de acordo com essa norma, e esse certificado é aceito mundialmente.

A norma ISO 14001 não estabelece critérios específicos de desempenho ambiental, mas exige que a organização formule uma política e objetivos que levam em consideração os requisitos legais e informações sobre impactos ambientais significativos. Sendo que esses efeitos ambientais são aqueles que a organização pode controlar e sobre os quais pode-se esperar que tenha influência. Dessa forma, duas empresas que executam atividades semelhantes, podem ter desempenho ambiental diferentes, mas ambas obedecendo aos seus requisitos.

 As diretrizes de gerenciamento ambiental contidas na ISO 14001 são:

 

1) Política Ambiental: Deve ser organizacional e apoiada pela alta gerência;

2) Planejamento: Estabelecimento de elementos que precisam ser seguidos no planejamento de um sistema ambiental organizacional, tais como aspectos ambientais, requisitos legais, objetivos, metas e programa de gerenciamento do meio ambiente;

3) Implemetação e Operação: Estabelecimento e manutenção de um SGA organizacional, como estrutura e responsabilidade, treinamento, conscientização, competência, comunicação, documentação do SGA, controle operacional e preparação e resposta às situações emergenciais;

 4) Verificação e Ação Cooperativa: Requisitos para que a empresa possa monitorar seu cumprimento e obediência ao sistema e corrigir os desvios que venha a descobrir.

 5) Análise Gerencial: Responsabilidade da alta gerência da organização em revisar o SGA para assegurar sua contínua adequabilidade e eficácia.

 O tempo para se implementar um SGA depende da condição atual da empresa, seu comprometimento à implementação do sistema e os recursos que está disposta a gastar. Em média, empresas levam pouco mais de um ano para se preparar para sua primeira auditoria de certificação. Além disso, se a empresa passou pelo processo de certificação ISO 9000, o tempo de implementação pode ser menor devido à experiência da organização com a implementação de um sistema de gerenciamento e à existência de sobreposição em alguns processos.

Vale lembrar que esta é uma norma de SGA e não de produto, portanto uma empresa que reivindica um ISO 14001, garante tem um Sistema de Gerenciamento Ambiental implementado e consistentemente seguido, não implicando que seus produtos sejam ecologicamente corretos.